quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

16/01/2008 - Cramps


Não sei se por causa da altitude ou do frio, mas aqui minhas cólicas são piores, mais fortes, duradouras e resistentes ao remédio que tenho. Fui trabalhar com muita dor e isso me deixou com pouca paciência. Ainda bem que esta semana quase não tem trabalho. Novamente saí às duas, isso porque fiquei enrolando, antes do almoço se eu quisesse poderia ter vindo pra casa, mas resolvi ficar mais um pouco senão o próximo pagamento vai ser uma merreca.

Cheguei em casa um pouco melhor, acho que porque quando saio do trabalho me sinto viva novamente, hehehe... troquei de roupa e fui sozinha praticar snowboard aqui atrás de casa. Quero estar bem treinada para descer a montanha amanhã, no meu day off.

River Run Village

Depois voltei pra cá e a Ashley chegou do trabalho com o Mike, que estava de folga. Ele trouxe umas cervejas. Ficar amiga do cara da liquor store não foi bem uma estratégia, mas de qualquer maneira não vou mais precisar gastar tanto com as minhas Heinekens. Hehehehe....

Ficamos bebendo, conversando e escutando música eu, ele e a Ashley, que como já disse está passando uns dias aqui em casa antes de se mudar. O Mike tava fazendo hora aqui porque tinha que buscar a Maezy, sua namorada, às nove no trabalho. Era ainda seis e meia e ele queria sair pra algum lugar. Eu não tava muito afim, e a Ashley também não porque estava com dor de dente. Mas ele me convenceu: por que diabos ficar em casa, tudo bem, está frio, mas tem tantos lugares legais pra ir aqui que ficar em casa é inadimissível. Verdade.


Eu com a camisa do Atrétis e com o Mike no Green Light


Fomos no Green Light, aquele maldito bar onde fui barrada no ano novo. Estava mais ou menos vazio, mesmo sendo o dia de 50% de desconto na cerveja para empregados do resort. Tomamos mais duas cervejas cada um e fomos buscar a Mae, depois eles me trouxeram aqui e nove e meia eu tava na cama.





Acabei de acordar às cinco da matina, estou a mil. Hoje será um longo day off. Vou buscar meu cheque, ir ao banco pra trocar por dinheiro, depois ir no Target comprar um iPod, depois ir no Wallmart comprar mais créditos pro meu telefone, minhas lentes de contato e alguma comida, depois ir na Zoomiez comprar um óculos de sol - estão em promoção por doze dólares - e por último vou dar uma passeada pelos malls ver se começo a pesquisar alguns presentes pra levar pro Brasil.

O Mike disse que se eu quiser posso ir com o carro dele, que vai ficar o dia inteiro parado aqui no estacionamento. É uma mini van verde, que lembra van da turma do Scoobydoo, hehehe. Vai facilitar a minha vida. Porém nunca dirigi uma van, e estou ainda relutante em aceitar. Vai que dá alguma merda, essas estradas são boas, mas geralmente estão congeladas e eu nunca dirigi na neve também, tem mais este detalhe. Mas ele disse que se eu sei dirigir não tem erro. Não sei não. Vou tentar dormir mais um pouco, afinal é o meu day off hoje, acordar as cinco é ridículo! E depois eu decido se aceito ou não.

Além de fazer tudo isso ainda quero descer a montanha de tarde. Tomara que dê tempo! E tomara que dê certo, hehehe... saudades do meu amor... essa minha internet maluca e meu telefone sem créditos... que droga.

Nenhum comentário: