sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

11/01/2008 - Eating snow





Hoje foi o meu day off e acordei um pouco mais tarde do que de costume. Ontem de noite tava aqui sozinha e deprê, a Britaney tinha ido numa festa, a Amber pra Denver, a JJ e o Elder foram para Las Vegas e eu tava começando a me arrepender de não ter aceitado nenhum dos convites que recebi para festar. Mas como num milagre recebi uma mensagem do Tony no meu celular, me convidando pra ir numa festinha aqui no Sunrise mesmo, no bloco ao lado. Nem me arrumei, nem nada, nos encontramos lá em baixo e fomos. Lá estavam de conhecidos o Solar e a Janice, uma das sulafricanas que encontrei bem primeiro dia aqui no Sunrise, que também ficou naquele quarto sujo e fedorento.





No mais estavam lá uns americanos bem malucos, todos com cortes de cabelo característicos, porque um deles era cabeleireiro. Levei o resto de tequila e os caras nem me deixaram beber, estúpidos, acabaram com meia garrafa de tequila numa ida minha ao banheiro. O Tony notou a indelicadeza dos caras e me chamou pra ir jogar dardos no ape dele e dos guris. Ele tinha uma bebida muito deliciosa lá, um licor italiano, chamado Desoronno se não me engano. Docinho, hmmm, era de amêndoas eu acho. Uma delícia. Fiquei tão retardada que nem acertava mais os dardos no alvo, essas bebidas doces são foda.



Mas voltando ao dia de hoje, acordei tarde demais pra ir comprar o snowboard e voltar a tempo de fazer minha application para o social security card. E os brasileiros que sabem onde é a loja tiveram a palestra do Keynotes hoje de manhã, então acho que só vou comprar a prancha amanhã mesmo.



De tarde, depois de dar entrada no social security number, fui praticar snowboard com a Britaney e com a Christine. Ganhei uma bota de snow da Britaney, que tava apertada pra ela e coube direitinho em mim. Então não vou precisar mais comprar botas! Que bom, 150 dólares a menos pra gastar. Íamos subir a montanha, mas estava nevando forte e ventando muito, e geralmente quando o tempo está assim as gôndolas não funcionam. Então ao invés de irmos até lá de ônibus pra correr o risco de não poder subir, ficamos praticando aqui no quintal de casa, tem uma floresta de pinheiros no pé da montanha, onde fica o Sunrise. Não é muito íngreme, mas em compensação você tem que ter total controle sobre a prancha e seu corpo, do contrário você dá de cara nas árvores. Caso lhe interessem assistir a minha performance, tem um link ali no canto esquerdo superior desta página. Começa com um gritinho e um tombo. Depois vou bem. Devagar, verdade, porque a neve estava realmente alta, there were too much powder… cair era uma delícia! Eu afundava, tão fofinho! Panda rolando na neve, que divertido!



Hoje de noite tem show da Cosmonave… deu uma vontade de estar aí. E amanhã é aniversário do Lule, na verdade, aí já é uma hora da manhã, então já é dia 12 de janeiro, aniversário dele.



Meu cartão virtual de aniversário para o Lule:



Meu sobrinho mais que amado, paparicado, abençoado, talentoso, bonitão, humilde e tudo mais. Aqui estou, morrendo de saudades, para lhe desejar um oátimo e super feliz aniversário! Que todos os seus desejos se realizem, que você faça muito sucesso não somente com as garotas e com a banda, mas em todas as empreitadas de sua vida. Seu presente vai embarcar pro Brasil logo, logo, não se preocupe. E que o show de agora mais seja de arrepiar. E que você continue crescendo e que se torne um homem mais que brilhante, um superstar! Amo você!

Nenhum comentário: