domingo, 8 de maio de 2016

Primeiro Dia das Mães


Mãe! Este é o primeiro dia das mães em que eu consigo compreender a dimensão do amor e do sacrifício seu por nós. Quando o Anthony estava no hospital, a dor que eu sentia só não doía mais porque a minha gratidão de chorar por um filho que eu podia abraçar não deixava... Naquele momento vi a sombra de uma vaga ideia da sua dor ao perder um filho, e por isso, quando chorei no seu colo, soluçava por medo, mas também por você e por ele, numa epifania dolorosa de saber a grandeza enorme do seu coração de mãe que, mesmo pequeno e partido, arranjou espaço para nós  e mais oito netos. Nunca nos faltou cuidado e zelo. Nunca nos faltaram sorrisos seus. Seu amor, mãezinha, é o maior presente que temos. Obrigada!!!

sábado, 30 de abril de 2016

Fotonovela

Anthony ficou muito feliz com a chegada do vovô.


-- Vovô!!! Não me lembrava desse seu sorrisão tão grande! Foi bem de viagem? 


Vovô o abraçou e respondeu que sim, que a viagem tinha sido oááaaatima! 

-- Mas vovô, disse Anthony, me conta uma coisa... é verdade mesmo que você só veio pra ficar um pouquinho e ainda por cima vai levar a vovó embora?


Vovô ficou sem palavras e os dois choraram! 

**** The End ****

terça-feira, 26 de abril de 2016

Primeiros Ranguinhos


O baby tá fazendo um regime de engorda porque da última vez em que fomos à pediatra ele havia baixado a curva de crescimento. 

Desde terça-feira passada (20 de abril) ele está fazendo uma refeição nova. 

Terça e quarta ele comeu cenoura cozida com carne. Não gostou nadinha. Mais cuspia que engolia. No terceiro dia mudamos o menu. 

Quinta, sexta, sábado, domingo e segunda ele comeu abacate. Adorou. Mas dava um trimilique na hora de engolir. 

Hoje ele comeu batata doce cozida com franguinho. Adorou também! Nem fez careta. E só deu siricutico pra engolir depois de várias colheradas. 

Meninão forte da mamis. Já tá bem mais gordinho!!! 

quinta-feira, 21 de abril de 2016

Quase Cinco Meses do Nosso Bebê!



Sou mãe! Ser mãe, mulher, e estudante de PhD são as melhores coisas mais difíceis do mundo. Ainda bem que tenho um marido e um filho maravilhosos, e duas vós dedicadas que têm me ajudado muito a enfrentar essas aventuras!!!

Talvez por isso não haja nenhuma crise de identidade aqui. Às vezes acho que sempre fui mãe, só me faltava o filho. E o filho veio. Lindo, lindo!



Anthony é um anjo, feliz da vida! E quando aqueles olhinhos sorriem pra mim meu mundo pára e eu transbordo de felicidade -- quem precisa de cruzeiro no Caribe quando se pode mergulhar diariamente naquele azul?


Às vezes custa pra ele dormir, resmunga de olhos fechados, no colo se joga pra trás com os bracinhos abertos, parece que quer pular de pára-quedas e na queda lutar com o anjo do sono... mas aos poucos cede, dorme tranquilo. A noite toda, tem dia que por 12 horas ininterruptas. Que bebê bonzinho!


Ele gosta de passear a pé no canguru. Adora! Parece que lembra de quando eu caminhava muito  durante a gravidez. E agora ele está começando a prestar mais atenção em tudo, olha pro céu, pras flores, pro chão, e até arrisca uns comentários vez em quando.


O banho é uma festa. Mas vá botar a roupa... Meu bebê curte mesmo é ficar peladão.


E descobriu as mãos. Essas impressionantes mãozinhas.

Meu nenem tem a cabeça quente e faz uns barulhinhos muito legais puxando a voz assim pra dentro.

No dia 4 de abril descobri um dentinho prestes a romper a gengiva inferior. O dentinho incomodou... eram dois. Despontaram em menos de duas semanas.

Anthony tem muita sorte, pois tem as melhores vovós do mundo!

O primeiro sol da primavera com vovó Talita!
Inclusive esse post dedico pra vocês, vovós. Às que vieram cuidar do Anthony, e ao vovô que ficou sozinho láááááááááá longe, só pro netinho ficar no zelo do melhor colinho de todos, que é colo de vovó. Quem tem vovó tem tudo!!!

Vovó Fátima e Anthony com seu passaporte!!!

Amamos vocês, vovós! Muito obrigada por tudo que fazem por nós!

E Vovô Ivo, estamos em contagem regressiva para sua chegada!!!