quarta-feira, 30 de junho de 2010

Aos que fizeram uma Panda feliz na última postagem!

Sei que estou em falta com vocês... então pra matar dois coelhos numa paulada só, faço das respostas uma nova postagem. Hehehehe...

Sogrão! Como sempre, parabéns pela pole! É verdade, o Dunga e sua seleção precisam fazer a gente mais feliz né? Mesmo no último jogo, que foi mais animador, eu ficava pensando que se o adversário não fosse o Chile, mas por exemplo, Argentina ou Alemanha, a história ali teria sido outra. Mas mesmo assim, já estamos entre os quatro melhores do mundo. Já tá bom demais pelo futebolzinho que vem sido apresentado. É muito talento individual, pouca raça, quase nenhum espírito de equipe, e muito mais sorte que juízo... mas vai lá... quem sabe essa não é a fórmula dessa copa irritante... cheia de Maradonas e Vuvuzelas. Bjos!

Pilar, obrigada pelo carinho! Gostaria de curtir mais minha mamis, mas a distância não deixa né... e como não sou a única filha - e a única sem filhos - digamos que outros irmãos necessitam mais da presença dela do que eu... que bom que vc curtiu o novo layout do nosso Diário... ficou mais mudérnu, né! Mais tudo azul... mais clean... e como disse mamis, menos pesado e mais fácil de abrir! Adorei o Chico caipira e o Chico pintor! Cada dia mais lindo esse menino... Bjos nos dois!

Caro anônimo... concordo que o jogo foi equilibrado, nenhum gol pra nenhum lado, apesar de eu ter achado que Portugal estava com mais vontade de marcar do que o Brasil e que as ofensivas dos nossos colonizadores foram mais perigosas do que as nossas pacatas tentativas. Jogamos pelo empate. Simples assim. Não queriam encarar a Espanha, por isso não quiseram ganhar. Provavelmente foi isso. Mentalidade idiota, maquiavelicamente perdedora. O jogo foi um ridículo amistoso em plena copa do mundo. Inaceitável. Mas enfim... realmente foi um jogo equilibrado, bem mediocremente equilibrado, diga-se de passagem. Afinal, convenhamos! Empatar com Portugal é vergonhoso... Brasil é pra ter muito mais time, mais tradição, mais raça do que eles. Mas fazer o quê... bater no pai é feio, né. Vai ver foi melhor assim! =)

Mamis, ano que vem vamos te trazer pra cá pra passar o verão e outro aniversário com a gente, ok? Você vai adorar a nossa casinha... vamos fazer uma horta menor (este ano estou desfrutando de pepinos e tomates do John e do meu vizinho) e vamos descansar dos longos dias na piscina, não no Carowinds, que é longe, mas na piscina aqui do Davis Lake, que agora temos carteirinha. Sabe que aquele livro que eu lia e você achava que eu só recitava,? Eu sabia de cor mesmo, mas isso porque lia e relia e trelia... era o livro do Pinheiro e da Gralha Azul, que ganhei do meu primo Alfredo. Ele me deu porque a primeira coisa que contei pra ele foi que eu já sabia ler. Daí quando ele foi nos visitar, levou o livrinho! E realmente... eu e a Tati brincávamos de escolinha todas as tardes... ela estava com 6 anos, já na primeira série. Tudo que ela aprendia na escola, me ensinava na nossa escolinha. As alunas eram eu, a Ju e a Sunny, a cadela da Ju. Hahahaha... e a Tati era mesmo uma oááátima professora. Mas ela dava umas pancadas na minha mão com a régua quando eu errava ou a irritava. Mas, graças à sua pedagogia do medo (ela com certeza imitava aquela professora Margareteeeee), aprendi rapidinho. Hehehehe... ê saudade de ser criança... de imitar aquele comediante que dava uma volta e virava um personagem diferente... de compor paródias de músicas do Michael Jackson e do Jairizinho e da Simony. "É... eu tenho di agradecê", lembra? Bjos, mamis. Te amo!

Amandhinha, obrigada pela sua visita! Que bom que a Alice gostou da Minnie! Como ela está? Vira e mexe vou lá no seu album do orkut surrupiar umas fotos... Well, ainda preciso diminuir o tamanho das que tirei em Curitiba pra poder enviá-las ou mesmo uploadeá-las no orkut... mas dá uma pregui... hehehe... tenho certeza de que a Alice também vai ser uma filhota muito inspirada e que vai te fazer muitas belas homenagens! Pois você, sendo meiga, calma, carinhosa, nascida no mesmo dia que minha mãezinha - 12 de junho - vai ser uma oááááátima mãe, dedicada, paciente, compreensiva e amiga, como toda mãe deveria ser! Beijos em todos aí, e um especial pra minha sobrinha neta!

Ah, Flavião! Então que bom que eu não sou sua filha, pois eu te daria muito desgosto fugindo de casa com o Bruno, hahahaha!!!! Porque sim, ele é o homem da minha vida... e como diz minha mãe, ele é um filho que ela adoraria ter! Responsável, trabalhador, inteligente, ambicioso e talentoso. Além é claro de ser lindão e de ter a habilidade incrível de me conquistar a cada dia... tem dias que eu não sei se tanto amor cabe em mim, sabe? Outros dias tem que eu não sei se eu mereço alguém tão maravilhoso como ele... tem dias que a gente briga. Mas estes são muito raros. E a gente sempre faz as pazes. E fazer as pazes é a melhor parte né... bom, não vou entrar nestes detalhes. Meu, o Jason tá indo pra aí na quinta, vou levar ele no aeroporto. Bjos!

Fatiminha, essa ideia da maçã envenenada pro Dunga é genial! Bem que o Pelé podia treinar nosso time né... dar mais motivação pros nossos jogadores! O Dunga com aquelas roupichas de gosto duvidoso não tá dando pra engolir. Fatimoca, já estamos com saudades e mal vemos a hora de vcs chegarem em setembro. Compramos os ingressos pro show do Paul Mc'Cartney. Pena que dessa vez vcs não vão estar aqui pra gente curtir junto... desta vez compramos os ingressos mais baratos, e provavelmente vamos ficar longe do palco. Tudo bem né... a gente viu até as rugas dele ano passado! Agora me contento em ouvir mais do que ver! Beijão sogrinis lindis!

E por hoje é só pessoal. Estou montando um vídeo pra continuar as atualizações do Brasil! Aguardem!

sexta-feira, 25 de junho de 2010

Mamis linda...

Mamis e Brunior, meus dois amores...

Estou deprê. O Brasil tá jogando mal pra caramba. Odeio o Dunga mais do que odiei o Zagalo em épocas de copa. Mas às vezes temos que engolir... É, Pilar, assistir aos jogos sem o Galvão narrando é uma m... e sogrão! Este calor não deixa minha cerveja geladinha!

De repente bateu uma saudade de mamis e lembrei que foi aniversário dela dia 12 de junho, e liguei pra ela e prometi uma postagem especial, e aqui junho se vai, e nada de postagem nenhuma, muito menos especial, que prometi a uma pessoa ESSENCIAL. What tha hell am I doing?!

Oukéin... aqui então vai uma postagem especial para minha mãezinha, Dondaliet:

Querida mamis!

Esses dias atrás, arrumando as fotos, encontrei um álbum inteiro que você costumava carregar na sua bolsa... fotos de todos... fotos lindas, maravilhosas, você sempre tão lady, naquelas fotos parecia uma menininha! Em Jacuí, mãe! Naquela homenagem pro tio Dídimo... lembra? É, eu não fui naquela viagem... todo mundo que tava lá parece ter se divertido muito: Tati, Namur, Dário, Tiago, Saulinho, Gu, Guga, Gracinha, Fábio... família! Aquele álbum me desmontou... queria tanto ter estado lá. Queria tanto ter você aqui.

Foi muito bom ter ido pra aí e encontrado vc... mas foi triste também, ter que ir embora... e ver que muitas vezes nada muda, ou só piora... de ver gente que a gente ama inerte... sabendo que quem não anda pra frente, pra trás fica... eu hoje sei bem o que você sente quando vai pra Curitiba, mamis... a gente sente ao mesmo tempo que nosso lugar é e não é mais ali. É estranho.

Eu, graças à você, tenho o dom de me adaptar a qualquer que seja a situação. Trago um sorriso no rosto, mesmo quando um desgosto desponta por detrás da nossa máscara, resitente, tão sem rugas pelo tanto de preocupações presentes... mamis, nunca me esqueço daquele dia na praia, em Cananéia, em que quase morri afogada e o pai foi me salvar.

Você estava no carro, que estava estacionado na areia praia, com a porta aberta, e você com a faca e a laranja na mão. O pai ofegante, eu tossindo água e chorando do esporro que ele me dava, com o resto de fôlego que lhe restava. Naquele momento crítico, olhei pra você e, mesmo com os olhos embaçados de sol, de sal e de lágrimas, vi no seu rosto aquele sorriso simples, sincero, contido... aquele sorriso lindo... cortando a tampinha da laranja pra eu chupar. E perguntando, meigamente: quer? Você sempre soube o quanto eu gosto da tampinha da laranja... mas talvez nunca tenha sabido do quando eu gosto, tanto mais, do teu sorriso...

Mamis... amo você. Vejo a gente envelhecendo, ficando pra vó, pra tia, pra bisa, pra tia-avó... e quase me desespero porque sei que nada dura pra sempre... mas de tudo que é efêmero, nada fica senão a doçura dos momentos tristes e felizes, que felizmente, sempre abundaram entre nós.

Mãe, pra você sempre tão doce, gostaria de deixar uma postagem menos azeda, menos amarga de saudades e de saudades e de saudades e de saudades... amo você, ontem, hoje e sempre, sempre... infinitamente! Perdoa o saudosismo, o ranso, o gosto de guarda-chuva na boca. É que às vezes bate aquela ressaca... mas como tudo, passa!

Amados Leitores!!!

Amo vocês, morro de saudades de vocês, mas estou de férias do blog!

Tive um surto de preguiça espontânea.

E agora sinais de saudades de escrever começam a apontar.

Por isso venho aqui dar-lhes satisfações para justificar minha relapsa relação com este adorável sítio e seus membros.

Perdoem-me mas mês de copa é mês de copa. Estou, talvez pela primeira vez, acompanhando a grande maioria dos jogos. E desenvolvendo muitos projetos na casa. E também estudando espanhol e italiano por internet, e praticando piano.

Enfim, estou aproveitando as minhas férias de verão pra correr atrás daqueles meus sonhos... lembram?

Agora vou me preparar pro jogo do Brasil sil sil sil sil!!!!

Uhuuu!!!

Bjos

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Criaturas: o show!


A noite mais esperada da viagem era mesmo a de quinta-feira! Um ano depois do lançamento d'O Sexto Dedo, que por motivos de força maior se deu sem o Bruno, eis que desta vez toda a banda estava reunida para uma única - porém inesquecível - apresentação no James.

Nervosismo à parte, foi bonito ver o bar lotado de amigos, fãs e desconhecidos que sabiam cantar todas as músicas do disco! Creio que maior satisfação para um artista seja esta. Não a fama, nem o dinheiro, mas sim saber que sua arte faz sentido também para outras pessoas, e que elas se identificam com o seu som, com sua música, com seus sentimentos!

Quem não foi no James naquela quinta, não somente perdeu uma noite de festa incrível, como também deixou de apreciar talvez a performance mais feliz e descontraída de toda a história da banda!

O show teve direito à participação especial da Tati, que subiu ao palco para cantar "Gato por Lebre", e antes dela as participações impecáveis dos meus amados e lindos sobrinhos Yan e Yuri interpretando a nostálgica "Insuportavelmente Só", de nossa autoria com Leo Montenegro e Miguel Tomé.

O show contou com 12 músicas, que foram tocadas exatamente na ordem do disco. Fechamos com uma versão de "Isso te Revolta" arrematada com o famoso grand finale naaaa, naá naá, nananááááá de "Hey, Jude", que o bar inteiro entoou a plenos pulmões! Teve também uma outra música, inédita, de minha autoria com o refrão emprestado de Lennon e Mc'Cartney, que cantamos como bis: "I wanna hold your hand".

Depois de nós era a vez de subir ao palco a maravilhosa Mordida, que embalou a galera all night long com seu oááátimo som dançante! E daí pra frente pude curtir a balada, dancei moooointoooo, cantei as doçuras de "Tókio", revi muitos amigos queridos, conheci muita gente legal, enfim! It was a bless! Nas pickups minha querida amiga Maíra, encarnada na poderosa DJ Titânica, não deixou ninguém ficar parado depois que os shows acabaram.

Obrigada a todos os que foram nos prestigiar... e aos que não foram, não fiquem triste! Ano que vem tem mais! Oh, yes!

Ps.: Pilarzinha! Aguardo mais algumas fotos pra poder ilustrar esta postagem!


quinta-feira, 17 de junho de 2010

Quarta-Feira




Para os mais perdidos (também pudera! Meu diário está quase com um mês de atraso!) estamos falando do dia 19 de maio de 2010. Levantei cedinho e fui caminhar no Parque Barigüi com a Fatiminha... chegamos em casa e o Bruno já estava saindo para fazer uma visita na Praxair de Pinhais e ir almoçar com os ex-companheiros de trabalho. Eu fui pra casa do Gu, filar uma bóia de mamãe e ver meus sobrinhos lindos!


Passei a tarde lá com o Gu, a Gabi, Mamis, Amanda, Luíza, Vinicius, Tati e Ciço. Fui deixar o Ciço na escolinha e aproveitei pra buscar o Dudu (meu filho postiço) na Federal. Assim passamos uma agradável tarde de quarta-feira, até dar a hora pra ir para o segundo e último ensaio dos Criaturas antes do show.


Depois do ensaio, e dando continuidade à maratona gastrnômica, fomos saborear um tradicional churrasco curitibano no Bar Palácio!


Mais de meia-noite, hora de ir pra casa... deixamos o Dudu na casa dele, o Caetano em seu apê, e voltamos pro Santo Inácio quando já passava da uma da matina... correria sem fim!

Operação Brasil 2010

Dentre todas as missões planejadas, uma das principais era o primeiro show dos Criaturas em sua formação completa depois da gravação do Sexto Dedo. Mais de um ano passara desde o lançamento do disco, em Maio de 2009 na Fnac, que se deu sem a presença fundamental do meu amor e baterista Bruno. Por tudo isso, este show seria daqueles pra ficar pra posteridade!

Contudo, apenas dois dias de ensaio não seriam suficientes pra fazer um show impecável, sem nenhum erro, sem nenhum improviso, certo? Mais ou menos. Não poderia ter sido melhor. Teve gente que achou que a gente tocou com "sampler", ou seja, em cima de arranjos já prontos. Balela. Quem sabe faz ao vivo. Sem samplerzinho, sem bit na orelha, só mesmo com a energia boa da galera que lotou o James na quinta.

Mas ora vejam, já estou na quinta, e pela ordem das postagens, estamos relatando a terça-feira. A Teté já cantou a bola... na terça continuamos nossa maratona gastronômica, desta vez na casa da vó Diva. Almoço preparado pela Darcina, especialmente para nós: polenta com galinha! Nham nham nham... delícia!

Darcina ao fundo, Bruno e Vó Diva

Depois da pança cheia, fomos na GGG (Grande Garagem que Grava) para rever os amigos Rodrigão, Ferreira e Magoo! Lá nos atualizamos dos novos sons curitibanos e vimos de primeira mão uma porrada de clipes que estão pra ser lançados pela produtora dos caras!


Magoo, Bruno, eu, Rodrigão, Ferreira e sua gata.

Do Rebouças direto pro Novo Mundo pra pegar o P.A. (P.S.: P.A. é equipamento de voz; caixa, microfone, pedestal, etc.) na casa do Ricardo Cosmonave, e do Novo Mundo pra Barreirinha, cruzamos a cidade de norte a sul, leste a oeste, enfrentando o desagradabilíssimo trânsito de Curitiba. Mas ainda assim, valeu.

Bruno, Fred Teixeira, Caetaninho e Du Gomide

Na Barreirinha (ou seria Abranches?), ensaiamos das 9 à meia noite, mais ou menos, na casa do Du Gomide, nosso querido guitarrista, tocador de sítar, banjo, bandolim... que é vizinho do Fred, nosso produtor e percussionista. Cinco pra meia noite tava todo mundo exausto, o som saindo meia boca e nós com a maior cara de fome... assim sendo, antes de virarmos abóbora, tudo acabou em pizza!

Esclarecimentos

Saudades da Alice!!!

Após uma breve (e incompreendida) interrupção na sequência de postagens deste humilde diário, eis que é tempo de correr atrás das atualizações necessárias! Ainda temos muitos dias no Brasil para relatar, e fora isso, teve a nossa chegada aqui, a vinda da Fatiminha pra alegrar e dar os retoques finais em nossa casinha, e também o dia 12 de junho, muito especial não somente por ser o dia dos Namorados, mas principalmente por ser o aniversário da primeira pessoa mais especial da minha vida: minha mamis!

Ah! E também a Amandha, a mais nova leitora deste blog e membra da família Lemos (seguida de Alice, sua filhotinha e minha sobrinha neta), colheu primaveras nesta bela data... enfim! Já viram que a coisa por aqui vai esquentar, né?

Então aqueçam seus corações neste inverno gelado (enquanto eu fico aqui suando no verão de "Charlotte 40 graus") e fiquem espertos para garantir suas poles! Atenção hein... Haverá possibilidades de se conquistar mais do que uma pole por dia.

Preparados?

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Atenção tripulantes!!!

Informamos a todos a bordo que este navio está temporariamente ancorado devido aos últimos retoques e reparos de nossa cabine!

Em breve retornaremos com atualizações diárias.

Agradecemos a compreensão!

sexta-feira, 11 de junho de 2010

E o prêmio vai para...



Amandhinha Locatelli!

Sim, na segunda após o bife completo foi pra lá que a gente foi, visitar a Alicinha!




Babamos muito... ela é tão lindinha!



Mas não foi só isso, e com tanta energia armazenada, ainda teve mais visitas...



Primeiro passamos no Ahu, pra ver a Maju, a Ariana e o Siri.



E de quebra apreciamos uma sopinha de Batata salsa acompanhada de um delicioso tinto seco!



E ainda teve mais... como se não tivéssemos satisfeitos, fomos pra casa do Caetano, onde nos encontramos com um amigo da velha guarda, João Rosa!


Interrompemos a programação para notícia extraordinária:

Fatiminha chega sã e salva em Charlotte, mesmo após perder o vôo em Dallas! Devido à neurose neurastênica dos americanos, que a mantiveram por mais de uma hora na fila da segurança, Fátima não conseguiu pegar o vôo por questão de 5 minutos, tendo que aguardar no aeroporto até a próxima decolagem!

Felizmente, agora já aqui conosco, ela está relaxando e curtindo a nora, o filhão, e principalmente a nossa casinha!

Bjos!!!


quinta-feira, 10 de junho de 2010

Quem me viu, quem me vê!


CRIATURAS NA TV!

hj, 10 DE JUNHO, às 20h15...

canal 9 em Curitiba e região metropolitana!

canal 115 na sky em todo o Brasil!

1280 mhz polarização horizontal na parabólica para toda a América Latina

www.rtve.pr.gov.br para todo o mundo

e vai ter reprise na madrugada desta sexta, às 5h20.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Segunda: dia de bife completo!




Terceiro dia de viagem e a maratona gastronômica parecia não ter fim. Sábado, na recepção, almoço árabe - os famosos quibes e o Babaghanoush, ou بابا غنوج que só a Sogronis Cozinheirum faz... domingo, churrascão do Faustinho... e segunda, hmmmm...



Segunda-feira na casa do sogrão e da sogrinha o papá sempre é bem brasileiro: arroz, feijão, salada, bife e batata frita. Desde que eu fui agregada à família, este é o menu. Na verdade, ele vem fazendo sucesso há mais de 30 anos, desde antes do nascimento de Bruno e Caetano.


Olha, tava mesmo uma delícia. E eu nunca vi o Bruno comer tanto!




Tá, tudo bem... confesso que eu já vi sim, mas não com tanto gosto! Um almocinho com sabor de infância... com direito a lembranças do passado, quando o racionamento da carne fez os bifes fresquinhos serem substituídos por hamburgueres processados. Mas com o ovo, a ervilha, o caldinho por cima dando o toque todo especial, hamburguer ou bife, tanto fazia... o amor era o mesmo, e a fome dos pequenos em fase de crescimento também!


Ok! Voltando à nossa viagem, devo confessar que já nem lembro mais o que foi feito em cada dia... Mas seguindo a ordem das fotos, posso ordenar mais ou menos os fatos. Pois bem. Saindo do mais tradicional almoço de segunda, quem adivinha o que fomos fazer?


a) Ensaiar

b) Ver a Alice

c) Visitar o Jardim Botânico

d) Tirar uma soneca pra fazer o quilo

e) Nenhuma das anteriores


Deixem sua opinião nos comments. A resposta será revelada na próxima postagem!

terça-feira, 8 de junho de 2010

Feirinha Hippie de Curitiba



Xiii! Já tava esquecedo de recordar que no domingo pela manhã fiz o que somente fiz duas vezes enquanto morei em Curitiba: fui na Feirinha Hippie!




É lógico que me perguntei... por que quase nunca fui na Feirinha Hippie em 30 anos?! Fácil assim. Nos primeiros 15 anos da minha vida os domingos eram reservados para a Escola Dominical. Os 15 anos restantes foram reservados para ficar na cama até meio dia, curando a ressaca da noite anterior. Triste né? Muito triste.



Mas agora, turista em minha própria cidade, dá vontade de fazer essas coisas... admirar a arquitetura, a beleza de mesmo em dia de feira ver as ruas limpinhas... Da próxima vez juro que pego aquele ônibus da linha turismo e vou curtir os nossos parques!

segunda-feira, 7 de junho de 2010

O tradicional Churrasco na casa do Fausto!

Faustinho, Bruno e Sogrão!

Domingo foi também um dia muito ansiado por nós!

Eu, Bruno e Vó Diva!

Finalmente teríamos o prazer de saborear aquela picanhinha especial mesa dois, as asinhas de frango, maminhas e borboletas do Faustinho!


Acompanhadas das saladas e seguidas por sobremesas especialmente preparadas pela tia Cati, tanta carne nem pesa tanto, e fica impossível não repetir de um tudo...

Bruno, Tia Cati e Fatiminha

O melhor da festa, além da comida, é a festa em si... que cada dia fica ainda mais divertida, à medida em que Bia e Gabriel vão crescendo...

Gabriel galã tirando um som no tamborzinho!
Rever a Caro e o Paulo...



Brincar de rei e rainha com essas princesinhas fazendo a produção é muito divertido!!!

Rei Brunão, Raínha Panda, Princesa Bia e Princesa Ana no Reino da Picanha Encantada!

Famílias Seleme Correa, Correa Silva e Seleme Zagonel.



Bruno parece um anão nessa foto! E a Dona Diva sempre ali... do ladinho do netão primogênito.



Depois do churras, fomos visitar a Lu e o Crivano em sua nova casa no Barigüi... como ainda não havíamos tido a oportunidade de conhecer a casa que a Raquel e o Alexandre construíram antes de ir pra Argentina, confesso que esta foi uma das experiências mais interessantes da viagem!


E por último fomos na casa do Gu! Afinal, a festinha de aniversário do Ciço tinha sido no sábado, mas seu aniversário era mesmo domingo, dia 16 de maio! Faltou o Vini e a Gabi, o Lule, a Amandhinha e a Alice nesta foto, pra completar a Família Lemos toda!

sábado, 5 de junho de 2010

Filhos Pródigos...



Bruno, Tia Teté, Marina e Daniel!

Diz a bíblia que os bons filhos sempre à casa tornam... e assim no dia 15 de maio chegamos em Curitiba, cansados de uma viagem turbulenta, cheia de conexões e correrias e esperas em filas e saguões de aeroportos... mas chegamos felizes!

A recepção no Afonso Pena foi calorosa, com sogrão e sogrinha, Vó Diva, Marina, Teté e Carlos para nos receber de braços abertos e abraços apertados! Emocionante!

Em casa, um almoço delicioso nos aguardava com a presença de todas as famílias: Zagonéis, Correas, Lemos e Silvas!

Em primeiro plano: Vó Rosa, eu e Lydio, Berna

Sávio, Berna, Bruno e Fatiminha!

Meu irmão e eu bobos com a chegada de Alice!

Fatiminha e Sogrão também ficaram babando...

Caetano, Clarice e Aninha numa relax, numa tranquila, numa boa...

Alice curtindo o colinho da tia Panda!

E a estrela da festa foi mesmo a minha mais nova sobrinha, Alice, que tive o prazer de ver pela primeira vez! Que linda... perfeitinha, quietinha, charmosa e cheirosinha! Peguei no colo, fiz cafuné, carinho, dei beijinho, cafunguei muito... pois de tudo que tínhamos pra fazer aí, conhecer a pequena era o que eu mais queria!


Ciço e eu!

No mesmo sábado foi a festinha de aniversário de 4 anos do meu sobrinho Ciço, filho da Tati... então depois do almoço fui direto pra lá! Nem deu pra curtir muito os sobrinhos, que estavam se entrentendo com as outras crianças da festa... mas enchi a pança de docinhos e saboreei o famoso bolo de Dondaliet!

Sente o feeling do papai...

Mais de noite chegou a Cosmonave (infelizmente com um tripulante a menos.)... Yan, Yuri e Bozo chegaram para dar uma animada no fim da festa. Yan de fuca novo, Lule com cara de papai babão... diferentes, mas lindos, como sempre!

Meia noite bateu a canseira... também, foram quase 48 horas sem dormir direito! Mais até, porque o dia antes da viagem é sempre aquela ansiedade... então fomos para a "Pousada Zagonel", pois o domingo começaria cedo!

Nosso quarto foi especialmente preparado para nos receber... até cesta de Páscoa tinha, devido à nossa Páscoa sem ovos nos States! Flores, toalhas, sabonetes, e uma cama especialmente construída para nossa primeira volta, de muitas que ainda virão!

quinta-feira, 3 de junho de 2010

Quem é vivo sempre escreve!

Pôr do sol no Aeroporto Internacional Afonso Pena

Ufa! Quase uma semana depois de nosso retorno, eis que ainda não tive tempo pra sentar e atualizar o blog... desde que chegamos aqui muitas novidades ocorreram, portanto não sei se faço uma postagem pra cada etapa - tanto da viagem quanto do retorno - ou se enfim escrevo tudo de uma vez.

Se bem que escrever tudo de uma vez não dá... ia ficar um textão enoooorme e ninguém teria saco, nem tempo de ler. Fica então decidido que escreverei em cada postagem vindoura uma parte da história que vivemos aí em Terra brasilis, até nosso retorno recheado de boas surpresas que felizmente por aqui nos aguardavam!

Mas antes de tudo, gostaria de agradecer imensamente a acolhida de vocês, todo o carinho recebido, e também a compreensão daqueles com quem não pudemos nos encontrar durante nossa breve estadia na terrinha. A verdade é que o tempo foi curto, mas mesmo assim aproveitamos bastante, não temos nada do que reclamar.

Só agradecer... a caminha deliciosa feita especialmente para nós, as delícias gastronômicas preparadas para nosso agrado, os presentinhos e mimos que recebemos, a sonora acolhida dos fãs de Criaturas em nosso show, enfim, as festas todas!

Até as próximas postagens, já com saudades...