quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

A Hora da Musa #2 (segunda parte)








Ontem fui na academia e fiz uma hora de bicicleta - completei mais de 10 milhas, o que daria uns 16 quilômetros. Decidi que vou me exercitar e começar um regime, pois essas orgias gastronômicas estão surtindo um efeito indesejável e inevitável: as roupas estão começando a ficar justas demais! Hehehe. Normal né? Afinal de contas, tudo que tenho feito aqui é comer e dormir, me exercitando somente nas segundas-feiras de faxina. Então resolvi me mexer. Hoje vou de novo. Pelo menos três vezes por semana.

Estamos aqui há quase 1 mês - três semanas e meia, para ser mais exata. Confesso que estou ficando jururu, parte por causa da TPM, outra parte por causa da ordem natural das coisas. No início tudo é muito lindo, tudo é novo, tudo é deslumbrante e renovador. Agora, tudo é igual, dia após dia, essa rotina solitária de dona de casa sem filhos e sem família para ter com que se alegrar ou se incomodar.

Não que eu não esteja gostando... afinal de contas, estou aqui com meu pequeno, a gente tem se cuidado direitinho, temos mantido uma vida social mais ou menos ativa com o pessoal do trabalho do Bruno - inlcusive ontem fomos jantar com o Arthur e depois ele veio aqui em casa. Mas a verdade é que eu estou me sentindo uma inútil!

Sei que tenho que arranjar um emprego, mas sinceramente, não há nada em que eu me enquadre. Não quero trabalhar em sub-empregos, nem em lojas, tendo assim que sacrificar muitos dos meus finais de semana. Se eu for selecionada para a Universidade em agosto, terei um emprego garantido dando aulas de Português duas vezes por semana. Isso vai ajudar a pagar o mestrado. Mas até lá são mais de seis meses! E sabe Deus quanto vai custar esse mestrado. Dizem que se para residentes a hora-aula custa de 50 a 70 dólares, para estrangeiros passa de 200! Droga!

Os únicos trabalhos que me vejo executando aqui são:
1- Tocar num barzinho
2- Cuidar de criança

Para nenhum deles preciso ter um nível avançadésimo de inglês - porque embora eu me comunique razoavelmente bem, ainda tenho muita limitação de vocabulário e medo e vergonha e sentimento de inferioridade lingüística, o que só atrapalha meu desempenho e me faz sentir ainda mais inútil.

Bem, aqui me dispeço, meio mal humorada, com muitas saudades de todos vocês e ansiosa por amanhã, quando finalmente chegam meus violões e eu vou poder traduzir em música todas as minhas angústias atuais, e principalmente, com a chegada do sogrão que é perito em espantar jururismos tepeemísticos.


14 comentários:

Ivo e Fátima disse...

Sogrão em Indianapolis e mesmo assim primeirão!!!

Porque o Bruno Marceneiro não virou a mesinha para parafusar por baixo?
Não tinha nada em cima dela...
Coisas de neófito, ou alguma razão oculta havia?
Beijos do Sogrão e até amanhã!!!!!!!

Panda disse...

É, eu também achei que seria melhor virar, mas ele disse que não, que o jeito melhor era aquele. Vai sabê, sabê. Ifinha, vc provavelmente não viu que eu editei essa postagem, então terá que passar aqui pra comentar de novo.

Beijos e até amanhã! (ai que emocionante!)

Bernadete disse...

Xanda, pelo visto vou ter q te mandar outro livro de receitas porque o q mandei pelo Ivo nao é de comida vegetariana. Te decepcionei?
bjs Bernadete.

Panda disse...

Não, Berna, de jeito nenhum! Eu e o Bruno somos carnívoros até os ossos, hehehehe... só perguntei de brinacdeira, quis ser engraçadona, hehehe. Beijocas.

Ivo e Fátima disse...

Xandinha

Isso não vale - tem que colocar no ar quando já é definitivo, senão me perco...

Pelo menos esse fim de semana você vai ter um monte de distrações. Logo logo você consegue alguma ocisa para fazer. Como você mesmo disse, cantar em algum bar vai te tirar da monotonia e te dar algum dindim.

Beijos e até amanhã.

Sogrão

Anônimo disse...

Amore,
me mande seu endereço por email, assim, posso te mandar algumas coisas para alegrar e passar teu tempo, palavras cruzadas, livro de receitas, de croche e trico( auhauhauha), vc até fez algo lá na chacara, lembra? te mando, assim vc faz ai e se distrai. É só pedir.
Beijokas enormes no seu coração e figado, assim não fica mal humorada.Vc é linda,inteligente e muito especial... logo mais vai sugir algo bem legal pra vc fazer, vai ver é só ter mais um pouco de paciência. é teu sogrão tá chegando ai pra animar.
Beijokas, beijokas e mais beijokas
Aline

Panda disse...

Desculpaí sogrão! Não irá se repetir. Até amanhã. bjos

Aline! Vou esperar a gente se mudar pois este flat é temporário, aí quando estivermos num endereço definitivo eu te mando, ok?
Bjos e obrigada pelo carinho!

Talita disse...

TPM - TOTAL PARANÓIA MENTAL
T P M
Todos os Problemas Misturados.
T P M
Tendência a Pontapés e Murros.
T P M
Tocou, Perguntou, Morreu.
T P M
Tente no Próximo Mês.
T P M
Tô Pirada Mesmo.
T P M
Tempo Para Meditação.
T P M
Tendência Para Matar.
T P M
Tira as Patas Moleque.
T P M
Tenha Paciência, Meu.

rsrs copiei isso da minha amiga Beth.
Mas vc pode contornar essas sensações praticando Body Combat, onde vc chuta, dá socos, pontapés e urra também, rsrs, deve dar uma paz depois...
Mas vc já deve estar feliz pela proximidade da chegada do sogrão, aí adeus tpm.
Espero que tudo corra bem amanhã, que o voo do Ivo não atrase, que a comidinha esteja uma gostosura e que sua cólica tenha dado uma trégua, o coisa chata que é essa dor.A Aline receitou buscopan e eu bolsa de agua quente na hora de dormir, melhora um pouco.
Bjs duplos!!

Tete disse...

Oi Xandinha!

Nada de deixar a peteca cair...logo, logo vc arruma um trabalho e vai ocupar o teu tempo. Ou quem sabe um nenezinho???

Beijos

Anônimo disse...

Oi minha linda, sem essa de nois somos inuteis! E o apoio moral que vc está dando para o Bruno enfrentar este novo desafio? Sem vc por perto ele não iria ver seus esforços valerem a pena. Logo vc vai estar tratando da mudança para o lar definitivo, e vai achar alguma ocupação musical,que outras seriam um desperdicio para o seu talento. Fazer exercicios é otima ideia, por sinal tb estou precisando e muito...quem sabe aprender algum artesanato, tipo colchas kilt?? Acho melhor começar a escrever um livro. Não vou sitar netinhos...eu juro.
Aproveitem bem o Ivo, acho que ele inventou esta tal de feira só para poder ir ve-los!
Sogrinha mortinha de inveja

Panda disse...

Mami, Teté, Fatiminha!
Obrigada pelos incentivos! Os exercícios devem ter produzido algumas endorfinas porque nao estou mais com cólica, foi só aquele dia. E vou pensar no assunto pro livro. E amanhã além do sogrão chega o violão vou poder cantar e quem canta seus males espanta.Artesanato nem pensar, nem crochê, nem nada que exija habilidades manuais porque as únicas que eu tinha (e nao eram muitas) gastei no violão. E sobre os filhinhos nao vou nem comentar, do jeito que esse país tá o Bruno teria que ganhar no mínimo o dobro pra conseguir criar um bacuri. Ou eu arranjar um ótimo emprego. Mas aí não teria como, mas o que estou fazendo?, falei que nao ia comentar!!!
Beijos com muito amor e muito banzo!

Bernadete disse...

Xanda querida, a vida no exilio é assim mesmo. Não é so com vc - palavra de quem já viveu isso... Às vezes a gente está a mil, às vezes quer mesmo é chorar e se pergunta o que está fazendo. Mas ainda bem q vc tem um maridão que te ama e dá apoio, e com quem vc pode trocar idéais e abraços. Mas essa de tocar em barzinho é ótima! Acho q vc vai se divertir se fizer isso, e os americanos vão adorar. E viva a música!
Bjs
Berndete.

Alessandra Pilar disse...

Oi Panda,
Tudo bão aí na terra do tio Sam? Por aqui agora tudo bem, mas ontem meu pequeno teve febre e foi um sufoco. Criança dodói em casa é muito ruim. Hoje ele tá ótemo e dormindo como um anjo. E eu podre de cansada, sem dormir a três dias. Pra uma dorminhoca de carteirinha isso é o fim do mundo. Bom, quanto à ocupações, é um saco ficar de dona de casa mesmo né? Ainda mais quando estamos acostumadas a fazer um monte de coisas. Mas pensa que é um período de férias e aproveita!!! Coloca a leitura dos livros que você não teve tempo pra ler em dia, faça um monte de comidinhas gostosas pro maridão, cuide da forma na academia, enfim, aproveita pra cuidar de você. Logo, logo você vai ter um monte de ocupações e vai sentir falta desse período de relax. hehe. Ah! Aproveita também pra escrever MUIIIITOOO.
Sei lá, e se precisar jogar conversa fora, estamos aí!!! Meu msn pilargel@hotmail.com.
bjãooooo

Panda disse...

Berna e Alessandra, obrigada vcs são lindas! Tenho certeza de que isso que estou passando é normal e que logo passa. E que assim que as coisas mudarem vou pensar: ah, como era bom ficar só em casa sem ter muito o que fazer... hehehe
Assim é a vida. E por assim a vida ser, não posso perder minhas oportunidades de reclamar de vez em quando ! hehehehe
Obrigada obrigada obrigada! Esse projeto "Faça uma Panda Feliz" é uma beleza! Beijos beijos