segunda-feira, 1 de junho de 2009

Chegueeeei!!!!


Meus adoráveis leitores! Cheguei em Charlotte no sábado dentro da hora prevista e nem o resfriado chato que peguei por causa do ar condicionado do avião me fez esmorecer ante aos braços aconchegantes do meu amor. Aahhhh! Matamos as saudades! No quarto, no escritório, na cozinha, na escada, hehehe... o nosso amor é lindo! Tão lindo! Nada pode ser mais lindo do que o nosso amor...

Em Charlotte a temperatura está variando de 18º (manhã e noite) a 36º (tarde), ou seja, um calor ainda suportável mas que só tende a esquentar... quero só ver isso aqui em julho! Verãozão nervoso mesmo. Dona Talita vai adorar, ela que curte um calor. Eu e o Bruno vamos ficar com saudades do frio. Ainda bem que dentro de casa tem a temperatura que a gente quer, na hora que a gente quer, uma beleza.

Entonces é isso, meus caros. Eu sei que mal vim embora e já deixei saudades por aí... sogrão viu o alvo no quintal e pensou: cadê a Xandinha? Calma sogrão, já dizia Mário Quintana:

"Da Realidade

O sumo bem só no ideal perdura...
Ah! Quantas vezes a vida nos revela
Que "a saudade da amada criatura"
É bem melhor do que a presença dela..."

Hehehe... só uma brincadeirinha. Porque (ainda bem) no nosso caso a vida nos revelou que bem melhor é a presença do que a saudade daqueles que amamos, mas isso porque nós somos oátimos.

Vou fechar esta postagem com mais uma quadrinha do Quintana, dado pois os devidos créditos à nossa leitora Pilar, pois este livro que estou lendo foi presente dela!

"Da Condição Humana

Se variam na casca, idêntico é o miolo
Julguem-se embora de diversa trama:
Ninguém mais se parece a um verdadeiro tolo
Que o mais sutil dos sábios quando ama."

E assim me despeço, tola, boba, apaixonada, nada sutil, mas sábia, sempre. E humilde também, claro. Hehehe...

8 comentários:

Alessandra Pilar disse...

Que lindos!!!!!!!!!
Rá Primeirona no post de retorno!

Alessandra Pilar disse...

Bom, agora já com a pole garantida posso comentar o post com mais calma.
Que delícia voltar de viagem e matar as saudades né? Charlotte nunca mais será a mesma! hehehe. Eita que a casa deve ter tremido.
Bom, que delícia saber que o você gostou do livro. Eu acho Quintana genial.
Vc já foi no Achados??? Tem Criaturas por lá. Estou encantada, viciada, doente por Criaturas. É definitivamente o som oficial da casa. Parabéns, Pandinha. O CD é lindo.
PS: Aqui tá um frio tipicamente Curitibano, muito gelado mesmo e um vento cortante. Sei lá quanto tava hoje de manhã, só sei que tava insuportável. Aquecedor ligado no último aqui na sala pra aguentar a temperatura.
bjoooooooo

Panda disse...

Pois olha que ainda não foram reportados tremores de terra pelas redondezas, mas a gente abalou cada cômodo dessa casa, hehehehe!!!!

Opa, vou visitar os Achados e Perdidos agora mesmo e tentar garantir a pole por lá.

Ai que eu já tenho saudades desse friozinho curitibano, cortante, afiado, e tb do fogão à lenha que tinha lá na nossa casa em Santa, a gente ficava tudo encorujado na frente, sapecando pinhão na chapa e tomando quentão, ai delícia!

Receita para o frio curitibano...
Aquecedor nos quartos e no banheiro
Muitos cobertores
Pinhão, pipoca, paçoca e quentão
Festa Junina no quintal em volta da fogueira

Pronto, assim o frio passa e vc nem nota! Hehehhee...

Bjos

Alessandra Pilar disse...

Eu amo frio, mas assim como você falou, na frente da lareira, com um vinho bem gostoso e um cobertor de orelha. hahahaha.
A ideia da pipoca e do pinhão também são oátimassss... bjão linda

Ivo e Fátima disse...

Pandinha linda

Não se pode ter reunião fora de casa bem na hora do almoço, que lá vem a Pilar e me tira a pole. Que coisa essa menina!

No mais, o alvo continua lá, e cada vez que o enxergo, dói o coração.

Dando razão ao Quintana na questão da saudade da amada criatura, você sabia que eu e a Fátima tivemos uma vizinha (isso em mil novecentos e antigamente, no nosso primeiro apartamento...), que todo dia era só alegria quando elas se encontravam no parquinho . Depois de algum tempo, a Fátima começou a notar que aquela alegria da vizinha gradativamente estava indo embora.

Como sempre, querendo ajudar, a Fátima perguntou o que estava acontecendo com ela...

Adivinhe a resposta: "Pois é - o meu marido é vendedor e toda semana viajava, só vinha para casa nos fins de semana - era aquela festa. Agora, ele foi promovido, e só fica aqui em Curitiba - não aguento mais ficar com ele todo dia... chuif chuif chuif".

Believe it or not, mas a Fátima está por aí para não me deixar mentir sozinho (qua qua qua).

Mudando agora de saco para mala, venho cá a público pedir desculpas para a Pilar, pelo frio acolhimento que te dei no dia do lançamento do cd dos Criaturas. Sei lá, talvez muita emoção com o que estava acontecendo, talvez a preocupação com o que fazer no aniversário da minha mãe, não devolvi para você a alegria que você me deu quando me apresentou o Chico Terra. Não agi como o Sogrão, mas como o Bundão. Espero em oportunidade futura não muito distante eu possa me redimir. Independente disso, continuo todo dia votando no Chico - pelo menos 5 a 6 votos diários.

Anônimo disse...

Oi Panda!! Que bom que vc chegou bem e está matando as saudades!! Muuuuuito obrigada pelo vestido, já está na lavanderia depois levo na Papati para ela levar pra vc...De um beijão no Bruno por nós...Saudades, fiquem com Deus!Beijos mil da Mana

Tete disse...

Oi Xanda e Bruno
Vamos retornar ao Blog...já estava com saudade da leitora diária!
O frio aqui hoje está muito forte, mas pelo menos tem aquele solzinho de inverno para enganar um pouco.
Como é bom voltar pra casa. Aproveite!
Beijos

Alessandra Pilar disse...

Oi Panda,
Peço licença pra você pra responder ao Sogrão que ele não se preocupe!!! Sei como são essas coisas e não fiquei chateada em nenhum momento. Mas de qualquer forma obrigada pela consideração!!! E vamos nos conhecer sim, em qualquer outra oportunidade com mais calma, não é mesmo? Ah! Um bjo pra Fátima que conheci no domingo do show da Cosmonave!

E obrigada pelos votos! Chicão agradece!

bjinhos