terça-feira, 3 de agosto de 2010

Pianinho...

 
Bom, há dois meses comecei minhas aulas de piano, pois como vocês bem sabem um dos meus sonhos é  tocar este maravilhoso instrumento. Já aprendi a tocar Prelúdio em Mi Menor do Chopin e Pour Elise do Beethoven, além é claro daquelas musiquinhas bobas que todo iniciante aprende pra entender os valores das notas. 

Dizer que já aprendi, porém, não é dizer que já sei tocar assim maravilhosamente bem. Nah. Estou longe disso... minhas interpretações são bem intencionadas, porém, falta-me  ainda muita técnica para eu me habituar com algumas transições mais cabeludas. Pra piorar a situação, há duas semanas não tenho aulas pois minha vizinha e professora está ocupada com visitas de NY, então estou usando a internet como tutorial. Incrível como o Youtube tem mesmo tudo que a gente precisa. Uma bela ferramenta para se aprender qualquer instrumento!

(Abro aqui um parênteses para reforçar meu statement:  tirando as "video-aulas" de piano, também aprendi  algumas técnicas para pintar paredes usando ferramentas de borda, que comprei mas nunca tinha usado. Meu closet ficou profissionalmente pintado por uma amadora como yo, graças aos tutoriais no youtube!)

Mas voltando ao pianinho... quando tinha 7 ou 8 anos, eu e a minha irmã fazíamos aula de teclado. A gente tinha um Yamaha daqueles pequenos, cinco escalas simples, sem sensibilidade nas teclas. O professor viajava lá do Jardim Social pra Santa Felicidade, todo sábado, pra ensinar a gente. Acho que em menos de um mês ele se cansou (não sei se das viagens ou se das alunas) e disse que não poderia mais nos dar aula. Depois, meu tio veio pra Curitiba e levou o teclado, disse que ia comprar mas nunca pagou. Na verdade ele vendeu ou trocou por outra coisa. Só sei que nunca mais vimos o teclado. Ou o dinheiro!

Então, quando eu tinha uns 12 ou13, resolvi que queria voltar a estudar piano. Fiz acho que uns seis meses de aula e naquela ocasião eu sabia tocar o comecinho de Pour Elise, achava o máximo. A professora também. Eu terminava os livros que outros alunos demoravam o semestre inteiro pra concluir em apenas um mês. Fiz 6 livros e parei com as aulas (por falta de verba graças ao Plano Collor) quando aprendia Pour Elise. Mal sabia eu que a música tinha aquelas outras partes mais arrepiantes, afinal de contas, o caminhão do gás repetia só a primeira parte.

Abro aqui outro parênteses pra falar a verdade sobre Pour Elise: esta é, certamente, uma obra magnífica, mas que ficou tão batida e foi tão repetidamente assassinada por caixinhas de música, caminhões de gás e esperas telefônicas que muita gente acha "brega", e pensa que é gozação quando um grande pianista começa a executar a peça. Veja se não é o caso... esta jovem pianista, Valentina Lisitsa, não foi levada a sério no início de um concerto quando começou a tocar aquele intervalo de segunda menor, tão característico:



Maravilhoso, né? Lindo. Estou treinando com ela e em breve postarei meu próprio vídeo de "Für Elise" e do   Chopin. E quem sabe de quebra um Beatles que também comecei a tirar, mas que ainda está longe de ficar pronto. Porque pelo menos agora tocar piano e cantar é tarefa impossível. Mas tudo é questão de treino. E o importante é não desistir!

Mas depois disso...



 ...fica difícil não pensar em desistir!


8 comentários:

Ivo e Fátima disse...

PRIMEIRÃO

Sogrão

Ivo e Fátima disse...

Pandinha linda

Nem pense em desistir. Te garanto que nem a Valentina nem o chinesinho prodígio cantam como você.

Além do mais, os recitais provados via Skype mostraram uma qualidade inesperada para pouco mais de 1 mes de estudo.

Vai lá!!!

Beijos do Sogrão

Panda disse...

Valeu, querido sogrão!
Sempre me incentivando!
Saiba que parte de nossas conquistas se deve à entusiastas como vc!!!


Bjos

Talita disse...

O mesmo digo eu pandinha querida, desitir jamais...voc~e tem potencial e sabe disso.Não precisa ser uma virtuose" no instrumento, se puder tocar os grandes compositores,maravilha, se puder se acompanhar cantando, maravilha, você se superará temos certeza.

Antes tarde do que nunca, muitos talentos em vários segmentos da arte ja nos provaram isto.

Quem sabe não teremos na família um "gênio" ao piano que despontou tardiamente?!
Só o tempo nos dirá, portanto mãos ao teclado.

Bjs

Panda disse...

Obrigada mamis amada!
De gênios no piano nossa família já está cheia né, só la na tia Guga tem uns 4! Mas convenhamos, né mamis, não eu. Vou me superar sim... só pra fazer uma serenata pra vc quando vc vier!!! Bjos te amo e tenho saudades!

Gil disse...

E o róque, né ? Eu quero aprender a pianar muito por conta de pequenezas como " I´m sticking with you" do Velvet e " Atmospheres" do Joy.

Caramba Xanda que deu saudades de ocê agora, viu ?
Beijo !

Panda disse...

Gil, nem fale! Saudades de vc também! Acabei de descobrir seu blog via orkut e já vou inclui-lo aqui na minha lista de blogs imperdíveis! Bjos

Fatimilda disse...

Xantoven, não desista, há uma artista dentro de você...E ontem quando você tocou eu achei tãããão legal, tããão lindo.
Também tentei aprender tocar piano quando garotinha, mas a professora ficava tão desanimada...ela dava aulas para a Tia Cati antes de mim e era uma grande fã, eu fui uma decepção na vida dela....tadinha. Aí tentei na adolecência tocar violão...aiai hoje nem capainha toco direito. Como diz Caetano Velozo "é tão bom saber tocar um instrumentú", deve ser, morro de inveja de quem sabe.
Brijins