segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Tá frio aí?



Então que tal uma sopinha quentinha pra te aquecer neste inverno? Hmmm... as delícias que minha amiga irmã e chef Ariana prepara são explosões de sabor! Recomendo sem moderação.

8 comentários:

Ivo e Fátima disse...

PRIMEIRÃO

Ivo e Fátima disse...

Pandinha linda

Pelo que entendi é para entrega, e não um restaurante - vamos testar e depois te falamos do resultado.

Beijos

Sogrão

Fatimoca disse...

Aqui continua frio e eu fiquei com vontade de tomar uma sopinha, de preferencia que eu não tenha feito...
Hummmmm

Beijocas

Panda disse...

Sim, sogrão! É pra entrega, não tem restaurante.

Fatiminha, tenho certeza de que vcs vão virar fregueses... a Ari é uma cozinheira de mão cheia!

Bjos

Beatriz disse...

Poxa, gostei muito do teu blog, tanto que vieri mais uma tripulante! Pena que moro um pouco longe, senão pediria uma sopinha maneira (meu maridão ADORA!)
Quanto a postagem anterior, adorei a ideia curitibana. Sou uma ambientalista incurável e estou sempre buscando maneiras simples de viver melhor.
Beijocas,
Bia
www.biaviagemambiental.blogspot.com

Panda disse...

Querida Bia: Obrigada pela visita e seja muito bem vinda a bordo!
Adorei o seu blog também e já vou colocá-lo aqui na minha lista de blogs imperdíveis!!! Bjos

Ivan disse...

Bom:

depois de um tempo tentando fazer a "lição de casa" (li várias postagens do Umair Haque, entre outros deveres que ainda considero incompletos), comento só pra tentar observar que:

- ainda não encomendei uma sopa da Ariana (mas devo, certamente: a sopa de espinafre não perde por esperar o meu popeye paladar);

- não vi o site do votolivre.org, e não o divulguei na minha lista de e-mails (mas eu apoio a ideia do voto livre, desde que me conheço por gente; e apesar de não ter bicicleta, também não tenho carro, e etc...);

- desejo sorte à Cris Lemos em suas aulas, porque o mais importante, que é o domínio da arte musical, até onde percebi ela já possui de sobra...);

- maravilha a postagem "Orkut, Paulo Coelho e Literatura", com tanta sinceridade e exposição devassadora (e devastadora) do assunto, que os comentários só puderam igualar o prazer de ler e tomar conhecimento, enfim...

Acho que basta por enquanto: o máximo (e mínimo denominador comum) que eu deveria escrever aqui era somente: continue postando, Xanda! Você enriquece o espírito de todo mundo que a lê!

Panda disse...

Ivan!

Estávamos sentindo falta de suas colaborações comentarísticas honorárias... usamos a primeira pessoa do plural por motivos unicamente retóricos, mas bem sei que os leitores mais assíduos compartilham a mesma sensação de ausência ivanística.

Um beijo!!!