terça-feira, 29 de maio de 2012

A queda



Hoje acordei cedinho, e de bom humor, que milagre! Desci as escadas para preparar um café especial pro meu marido antes de ele ir para o trabalho. Mas antes de chegar na curva meu pé virado revirou e bum bum bum, lá fui eu de novo pro chão. Dor filha da puta, dessa vez machuquei o braço esquerdo tentando me segurar no corrimão da escada, e a mão direita, tentando parar a queda no degrau. Meleca. Mas sobrevivi. Do chão não passei. E no fim, fora as dores, tá tudo no lugar. Só escrevi mesmo pra registrar que essa foi a milionésima queda na escada, e a trilionésima torcida no pé... fora isso, tô bem!


4 comentários:

Marco Antonio disse...

Cara, será que isso não algo mais sério?

Marco Antonio disse...

Cara, será que isso não algo mais sério?

Ivo disse...

Pandinha linda

Mas que coisa, hem? E olha, com o sistema construtivo dessas casas americanas em que o assoalho é elevado em relação ao solo, até que você poderia ter passado do chão!!!

Sogrão condoído

Panda Lemon disse...

Marco, isso é sério desde que rompi meus ligamentos aos 15 anos de idade. Mas enfim, sobrevivi!

E sogrão! Se eu passasse do chão eu teria morrido, senão com a queda, de desgosto!!!