sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Apostasia

O outro é infiel, o outro não tem alma, o outro é imperdoável. Para os fanáticos fica fácil aceitar a morte daqueles que não compartilham sua fé, pois entre eles não há mera diferença de opinião, mas uma distinção de espécie. Se Deus é o que define o ser humano, e alguém renega Deus, logo converte-se em renegadoPor isso, poucos atos de liberdade são tão definitivos quanto aos de apostasia, quando se admite a possibilidade de um dogma estar equivocado, e de não haver problema algum em desconfiar dele. 

Fato é que todos temos um fanático formigando nas veias, louco para sair se o que se põe em jogo é o que entendemos por liberdade, país, família. Pois para domar o fanático, há que se liberar o apóstata. Fazer da apostasia parte de nossa educação existencial: ainda que logo voltemos a acreditar em deuses e axiomas, façamos a la Pierre Menard: as palavras podem até ser as mesmas, mas já têm significados distintos. 

Teríamos que renunciar nosso nome repetidamente. Renunciar essa voz que nos define e nos faz sentir seguros. Eleger o nome da pessoa que mais desprezamos, de quem mais ativamente ignoramos. Dar-nos como nome o nome de uma pedra ou de um mal estar. E se, ao retornarmos para o nome que nos deram sem nos perguntar, pudermos abraçá-lo como um presente livre de qualquer linhagem, estaremos melhor preparados para amansar essa parte em cada um de nós, ávida por sangue.


Eis um belo texto do meu amigo Yuri Herrera. E juro que a versão original, em espanhol,  soa muito melhor do que essa presunçosa tradução não juramentada. Recomendo. O original está postado aqui

4 comentários:

Talita disse...

Profondo...sin palavras...

Panda Lemon disse...

Pues madre, mi vida, no voy a decir que Yuri es fuedón porque suele fuedón ser una mala palabra en español, aunque para nosotros brasileños fuedón sepa un elogío en el buen sentido de la palabra, verdad?

manuel marques disse...

Lindíssimo texto.

Abraço.

Panda Lemon disse...

Sim, Manuel!

Eu sou muito fã de Yuri Herrera.

Recomendo suas novelas, "Señales que Precederán Al Fin Del Mundo" e "Trabajos Del Reino."

De onde vc é?