quarta-feira, 28 de abril de 2010

HISTÓRIA UNIVERSAL DA VIRTUDE

De Ivan Justen Santana



No princípio era preguiça:

arregala-se de gula,

variando pra avareza,

sobe bárbara à soberba

mas mal raia as raias da raiva

vê que a inveja vinha da ira

chamejando de luxúria.


Já roxa, cheia de úmida humildade,

chega ao meio do caminho:

topa a tempo a temperança,

pensa e passa à sapiência,

confortável fortaleza,

onde ajusta-se,

justiça.


Por fim, descansa.

Esperança, cara a cara

com a cara caridade,

com amor sente-se fé:

virtude como nunca,

como nunca está

simplesmente é.

10 comentários:

Ivan disse...

Sou obrigado a fazer essa pole position...
Observo à Xanda que a pintura é das quatro virtudes cardinais, e na terceira estrofe surgem as três virtudes teologais.
Maiores informações com a senhora wikipédia, ou com o teólogo de sua preferência.
E mais não digo, muito embevecido com a postagem...
Valeu, Xanda!

Talita disse...

Lindo Ivan!

Certamente a maior das virtudes é o amor.Palavras de Jesus.A maior e uma das mais difíceis de praticar.

Que venham outras contribuições, Ivan!

Beijos ao autor e a dona do blog!

Alessandra Pilar disse...

Oi Panda,
Primeiro tenho que me desculpar pela pole sem comentário da última postagem. Mas foi irresistível! Desculpa lá, Sogrão!!! hahaha. Eu tava só passando pra espiar e tava lá o post, e sem nenhum comentário? Ah, não deu pra resistir. Mas o tempo era muito curto e não pude comentar!
Primeiro, quero te dizer que já to combinando com a Aninha pra irmos no James. Não sei que vai ficar de babá do Chico, mas com certeza alguém vai! hahaha. A Lou e o Yan até deram a ideia de deixar com a mãe da Lou que adooooora o Chico. Mas de repente deixo com a Gilda mesmo, é mais perto de casa pra pegar ele depois. Enfim. Mas vou dar um jeito de aparecer sim!!! Eu e a Aninha vamos lá com certeza e vou tirar muuuuuuitas fotos.
Eu achei o máximo esse poema, parabéns ao Ivan, muito show!!! E já vou dar uma espiada no blog dele que eu ainda não conheço.
Bom, é isso!!! bjocas e saudades

Alessandra Pilar disse...

lçllçfjfhfjfbfdkfbdcjf
yehfirughjgogunbifif j ççççiokkkpiklllddffhdgdjfgsghdidste lll
(recado do chico)

Ivo e Fátima disse...

Pandinha linda

Difícil concorrer com Ivan - há não muito tempo, só concorria nos textos muito inspirados e bem escritos. Agora, a figura me vence na pole também...

Chuif chuif.

Beijos do Sogrão.

Amandha disse...

Lindo isso!


(sobre o post anterior... sempre estou por aqui viu?!)
Não estamos mandando tanta noticia da lindinha pq eu realmente estou 24 hrs por dia à mercê dela, né?! Inclusive esta aqui do meu lado no carrinho, dormiiindo como um anjo :D
Aos poucos vamos atualizando o orkut com as milhaaares de fotinhas que ela ja tem.

beijos de Alice e Amandha

Panda disse...

Amandhinha e Alicinha amadas!!!

Fico tão feliz que vcs estejam aqui pertinho de mim!

eu vou no seu perfil do orkut quase todos os dias pra ver se tem foto nova, hehehehe...

Compreendo perfeitamente, petit... e daqui pra frente vai ser sempre assim, 24 horas senão à mercê dela, sempre pensando nela!!! Ser mãe é padecer no paraíso, diz o ditado.

Vou levar taaaantas coisas lindas pra vcs, vcs vão adorar! Bjos, amadas minhas!

Sogrãozinho, não fique jururu... estatisticamente todos ainda estão longe de te bater no número de conquistas de pole.

Chico, adorei seu recadinho! Mr. Cool!!! Vc é um nenê muito lindão!

Pilarzinha, tudo bem! Agora vc se retratou e inclusive o Chico, né?
Hehehe... uhuuu! vai ser mointo legal o show no James. Inda mais com vc e a Ana, óóóáááátimas fotógrafas! Bjos

Mamis amadis! Saudades!

Meu caro amigo e poeta Ivan! Achei tão lindo o poema que não resisti e surrupiei, mesmo sem antes ter o seu óquêi. Obrigada pelos esclarecimentos!!! Mas eu queria saber... quem pintou o quadro? Tão bonito!

Mais bonito ainda ver dialogar o quadro e o poema, e a bíblia...

Parabéns, esta postagem é uma forma de reconhecimento de seu inquestionável talento e competência.

Bjos

Panda disse...

Melhor: de seus inquestionáveis talento e competência.

Ivan disse...

Muito grato novamente, Xanda -

agradeço também as menções elogiosas de Talita, Ivo, Pilar e Amandha: valeu!

Xanda: inquestionável também é minha chatice, que me força a solicitar revisão do meu nome no link tão judiciosamente colocado abaixo do título da postagem; eu sou realmente bem Justen, mas não ncessariamente Justen Justen...

:P

Após extensivas pesquisas na internet (fui navegando, lendo aqui, me distraindo ali, trastejando acolá) achei umas trinta coisas interessantes, mas não consegui descobrir a autoria dessas pinturas.

A simbologia delas é igualmente interessante e intrigante: achei textos em que se confunde a Sapiência (Prudência - que é a que segura o espelho), com a Fortaleza (a de manto vermelho e elmo emplumado). O arbusto ao lado desta foi identificado como a Acácia (planta que simboliza, entre outras coisas: "eterna lembrança").
Intrigou-me também o "arco e flecha" da Sapiência. Pode ser confundido com o bastão de esculápio (símbolo da medicina), mas em última instância considero que é uma flecha com uma serpente enrolada (flecha: prontidão; - serpente: sabedoria e capacidade de renovação).

Panda disse...

Perdão, caro Ivan... não sabia se vc assinava Ivan Justen ou Ivan Justen Santana, assim escrevi Ivan Justen e fui no seu blog conferir se era só Justen ou Justen Santana. Voltei para minha postagem e confirmei: Justen Santana. Distraí-me, pois, como já tinha colocado Ivan Justen, acrescentei Justen Santana... ficando assim Ivan Justen Justen Santana!

=P