sexta-feira, 9 de abril de 2010

Hoje o dia amanheceu mais triste...


A notícia da morte do Ivo me deixou muito triste. Por mais que todos estejamos carecas de saber que a vida é efêmera, e que enfim todo mundo que é vivo um dia morre, nunca estamos preparados para aceitar o fato sem nenhuma dor, sem nenhuma saudade, sem derramar nenhuma lágrima. Hoje eu chorei a morte do Ivo, não só do Ivo da Blindagem. Mas principalmente do Ivo pai da Angela e do Ivan... do Ivo marido da Suka.

Chorei porque eu sei que a nossa dor nem se compara à dor que esta família está enfrentando agora... chorei porque eu sei como é horrível perder um pai. Aquele buraco no estômago, uma sensação de queda livre interminável. Falta o chão. E a gravidade do mundo pesa ainda mais, te empurrando pra baixo, prum vácuo de lembranças boas e de arrependimentos por tudo aquilo que fomos e deixamos de ser enquanto tínhamos aquela pessoa pra segurar a nossa mão. Uma náusea, um desespero. Um vazio imenso.

Demora pra cair a ficha. A gente se pergunta se é isso mesmo que está acontecendo, a gente quer acreditar que é um engano, que tudo não passa de um sonho ruim. Perder um pai é perder uma metade de nós. Até que, aos poucos, a gente vai se reconstruindo... e com o tempo, ficamos mais fortes do que éramos antes. Mas nunca nos curamos totalmente desta perda. Assim, quando morre o pai de alguém, sinto meu pai morrer de novo... regresso praquela noite, madrugada, manhã e tarde intermináveis dos quais tenho ao mesmo tempo poucas e muitas lembranças, em flashes, confusas na minha cabeça.

Deixo aqui meus sentimentos com a certeza de que o Ivo do Blindagem continuará sendo esta lenda viva que sempre foi. E espero que esta fatalidade inspire todos os roqueiros a cuidarem melhor da sua saúde... mas não hoje. Hoje acho que todo mundo deve tomar um trago pra brindar a vida do Ivo. Porque a partir de hoje ele, que sempre foi uma estrela, vai brilhar pra sempre e mais do que nunca no céu da nossa cidade.

"Não acredito no luto. Sobe em paz forte voz! Ele ainda vive".

Yan Sol, sobre a passagem do Dinossauro do Rock Paranaense, Ivo BLINDAGEM Rodrigues!

6 comentários:

Ivo e Fátima disse...

Primeirão

Ivo e Fátima disse...

Pandinha linda

Nem li o post (nem o título) - só vi que tinha coisa nova e "corri" para comemorar a pole. Foi mal.

Infelizmente essa não é uma postagem para comemorar. Embora há anos eu já não mais tivesse contato com o xará, o conhecia desde os tempos em que o Blindagem ainda se chamava "A Chave", quando nos idos de 1974/75 faziam a abertura da então famosa boatinha do Sírio Libanês, invariavelmente tocando "Black Sabbath" - a primeira faixa do álbum do mesmo nome. Parecia que assistíamos ao Ozzy ao vivo - era sensacional.

E a vida é irônica - ele consegue sobreviver a um trasnplante de fígado, e nos é levado por um câncer galopante descoberto a um mês. Mas como já disse alguém, Ivo Rodrigues é daqueles que mesmo depois de morto continua vivo.

Beijos do Sogrão

Talita disse...

Sim Xanda ele continuará brilhando nos corações daquele que o conheceram, que acompanharam a trajetória de pioneiro do Rock em Curitiba no começo da decada de 80!
O nosso consolo é que nem a morte pode calar a voz dos cantores, eles continuam eternamente conosco!!!

Xanda hoje só consegui acessá-la acredita? Já me atualizei, e pude ver qta coisa boa perdi, que raiva!!
Vc está linda na foto da homenagem do dia das Mulheres! O sobrado que estão namorando não fica devendo nada ao que vcs moram! só que com um quarto a menos.Tomara que consigam comprá-lo, pois assim continuarão aí neste bairro lindo.
Estou como v contando os dias pra o nosso encontro em CTBA, qdo mesmo vcs embarcam?Eu vou no dia 7.
Então cada dia que passa vou ficando mais feliz pela proximidade de nos vermos!
Bjs duplos!!

Alessandra Pilar disse...

É Pandinha, hoje também eu fiquei triste quando soube da partida do Ivo que eu só conhecia pelo Blindagem. Que a família possa receber toda a nossa energia nessa hora.
E ele com certeza estará brilhando nos céus de nossa cidade pra sempre!
bjão amada.

Ivan disse...

triste e bonito. como a vida.

Panda disse...

É sogrão... concordo plenamente! E o Ivo vai continuar vIvo por muitas e muitas gerações...

Que saudadis, mamis amadis! Andaste tão sumida! Não faça mais isso! Sério que vc quer alugar a casa de taubatexas pro chinês?! mas não íamos tentar vender? O chinês não quer complar? arugar no né, complar si.

Chegamos dia 15 de maio, uma semana despues de ti. Bjos! Te amo.


Pilarzinha! Um beijo especial pra vc e pro seu piqueno!

É mesmo, Ivan! bonito e triste...