domingo, 22 de maio de 2011

Carioca dreaming: a noite não pára!

Ói que bonita que eu sô! E sempre humilde.

Depois da jantinha Bruninha e João chegaram e jogamos duas rodadas de Quem Sou Eu: eu, Cris, Rondeau e o casal. Fomos na primeira leva Silvio Santos, Brad Pitt, Che Guevara, Ringo Star e Tiririca, e na segunda Pipoca (vide postagem posterior), Lula, Madona, Bart Simpson e Peter Pan.

Eis que o telefone toca e era Zé Ivan me avisando que estava já em solo carioca num boteco a duas quadras daqui. Ele, a Taísa, a sogra, a Lady Dai, o Eder (sem seus problemas) e mais uns amigos. Fui ao encontro deles, e de outra coisa importante que portavam: meus ingressos!!!

Tomei 4 tulipas da Brahma, conversamos muito sobre muitas coisas, lembramos de várias outras, contamos novidades, compartilhamos conquistas, angústias, crônicas da vida privada que dariam pelo menos uns quatro standout comedies diferentes. É. Amigos quando se encontram. Fechamos o boteco e fomos pro hotel levar as ladies e pegar os ingressos que lá estavam.

Caminhamos pela praia, um friozinho bom, fresquinho, fizemos ginástica nos equipamentos ishpéahrtuish de Copacabana dreaming, e fomos deixar o casal de amigos em casa. Subimos, tomei guaraná, conversamos papos maluquíssimos sobre Obama, Osama, Líbia, Egito, Moisés, buzinas e a bíblia, papo de borrachos com uma certa dose de massa cinzenta, e depois viemos me deixar sã e salva aqui na casa dos meus adoráveis hostes antes de seguir pra onde estão ficando, que é logo ali - mas não sei onde!

Seguindo o conselho de João bati o portãozinho com fúria pra acordar o porteiro, e realmente, ele não se demorou a dar um bom dia, como resposta ao meu descontraído boa noite. Fiquei surpresa. Quase amanhecendo! Eu sem relógio, ou celular, ou preocupação com que horas são. Fazia tempo que o tempo não passava assim tão rápido...

Mas também quando saí já era mais de meia noite, e o Rio estava fervendo a confortáveis 20 graus, de um jeito quase curitibano, maish malandramente carioca, burguês decadente, e mesmo assim estonteante! Carioca dreaming!

Só que o tal bondinho amanhã 9:30? Nem pensar! Quero descansar bem, dormir até mais tarde, ir pro Paul e cantar muito! Incrível como fazemos planos inalcançáveis quando bebemos. Pão de Açúcar às 9:30... hehehehe... ma nem se e for em sonho! Agora o Paul sim, será real. E o fim do mundo? Tst. Not for real!

3 comentários:

Ivo e Fátima disse...

Pandinha linda tirando o atraso de divertimento em Terra Brasilis. Pena que o Bruno não está junto para compartilhar.

E o mundo não acabou mesmo - o que será que os membros da Family Radio estarão fazendo? Será que se mataram todos? Pelo menos uma vantagem - você vai poder cobrar de tua vizinha para ela deixar de fumar. Por falar em deixar de fumar, os barzinhos cariocas não te fizeram ter uma recaída?

Beijos do Sogrão

Panda disse...

hahaha... é verdade. Tirar o atraso é fundamental!!!

Mas é calaro que não recaí! recaídas são para os fracos. Afinal eu sou uma mulher ou um rato?

Sim, dá aquela depressãozinha básica bipolar às vezes de saudades, mas fazer né?

Amandha disse...

buááá buááá buááá