segunda-feira, 8 de fevereiro de 2010

Democracia do demo!


Hoje recebemos um e-mail do sogrão a repeito das eleições:

"Vocês sabiam que o brasileiro residente no exterior tem a obrigação de votar nas eleições presidenciais e, para tanto, deverá procurar o Consulado ou Embaixada nos meses de janeiro a abril em anos de eleições presidenciais e requerer a transferência do título?
Se não sabiam, dêem uma olhada em
Impossível traduzir em palavras minha indignação. Primeiro, por ignorar o fato. Por estar vivendo uma ilusão. Um falso deleite, o alívio da possibilidade de não ter que execer esta árdua e inútil tarefa de todo cidadão brasileiro, que é escolher um representante.

Segundo, pelo fato de o voto ser obrigatório... isso é uma grande palhaçada, uma contradição aos próprios princípios democráticos!

Todo cidadão deve ter o direito de votar. Deve ter o direito de escolher se quer ou não manifestar o seu voto. Isso é democracia.

Obrigar essa massa emburrecida, alienada, facilmente vendida e comprada por migalhas, a eleger um governante, é contribuir para a manutenção de um sistema corrupto e fajuto de democracia.

Sem falar que a obrigatoriedade do voto é uma máquina de fazer dinheiro. Brasileiro que não vota paga multa, paga pra justificar a falta do voto, paga pra transferir o título... Mas qual é a grande diferença? No final, votando ou deixando de votar, de uma forma ou de outra, é a gente que vai pagar!

Pagar o salário monstruoso desses bandidos que elegemos... candidatos corruptos, vagabundos, preguiçosos, ignorantes, arrogantes, descarados, mentirosos, desonrados, que desfrutam de todas as comodidades às custas do povo, roubando dos cofres públicos sem qualquer comedimento, pela certeza da impunidade sempre garantida por um sistema jurídico injusto, manco, doente, vagaroso, burocrático e ridículo.

O que mais me dói, no entanto, é no final das contas ter que pagar as consquências desastrosas de se eleger um governante em terra brasilis. Que escolha temos nós? É uma diversidade imensa, você pode escolher o candidato que quiser, tem vários, mas todos são corruptos.

Isso é pedir para acabar com o orgulho e a moral de uma nação! Porque sim, cada povo tem o governante que merece, e o povo brasileiro, pelo que parece, só merece desgraça! E quer sabe por quê? Porque o povo é burro... fora povo!

O Brasil não tem jeito, minha gente... não adianta trocar o governante, tem que trocar mesmo é de povo.

4 comentários:

Ivo e Fátima disse...

Sogrão primeirão

Ivo e Fátima disse...

Pandinha linda

Não imaginava que o meu email de alerta iria desencadear tamanha reação.

Mas concordo em gênero número e grau com o teu desabafo. Voto ser obrigação é coisa de ditadura mesmo, não de democracia.

Pelo menos espero que o meu alerta tenha servido para vocês não ficarem em débito com a Justiça Eleitoral brasileira.

Beijos do Sogrão.

Ivo e Fátima disse...

Pandinha linda

Esqueci de dizer - mesmo qeu o voto não fosse obrigatório, eu votaria. Você sabe - aqueles que não gostam de política são governados por aqueles que gostam...

Sogrão

Ivo e Fátima disse...

Credo, que réiva. Nem vou comentar nada por enquamto. So dizer que te amo, tá?
Um beijo

Sogronis assustadis