segunda-feira, 3 de março de 2008

02/03/2008 - Here we go!




Dormi mal, acordei pior, e só melhorei depois de tomar uns chás de madrugada. Nevou a noite inteira e voltou a fazer frio, pois os últimos dias estavam quentes - entre zero e cinco graus - e ensolarados. Levantamos, acordamos a Ashey e o Shane e fomos todos tomar um café cinco estrelas no Sunshine.



Voltamos pro housing pra deixar os dois e a hora da despedida foi mais difícil do que eu imaginava. Deu um nó na barriga de novo… e senti aquela mesma sensação estranha do dia em que o Bruno chegou. Claro, outras partes do nosso plano estavam prestes a se concretizar.



Mas sim, uma parte de mim ficou em Keystone. Vou sentir saudades dos meus amigos, dos meus roomates, das baladas e festas, do meu snowboard que vendi pra uma peruana, da vista maravilhosa, das montanha, ah, quantas marcas da minha bunda não deixei impressas nestas montanhas!




Mas era hora de ir… e fomos pela Loveland Pass, uma estradinha sinuosa no meio das montanhas, onde a grande maioria dos trechos é sujeita à avalanches, então parar, nem pensar. Enfrentamos uma tempestade de neve no meio do trajeto e algumas vezes não dava pra enxergar nada além de um branco pertubador. Adrenalina pura! Mas saímos ilesos.




Quando entramos na Interstate, porém, nos deparamos com um engarrafamento animal… domingo de tarde, é claro que todo mundo volta das montanhas pra Denver. Foi então que o Bruno viu uma placa indicando o túmulo do Bufalo Bill. Fomos conferir, saímos do engarrafamento e subimos a montanha pela estradinha que a placa indicava, mas infelizmente o monumento e o museu estavam fechados. Seguimos pela mesma estradinha e saímos em Denver, sem engarrafamento, e com direito a uma visão panorâmica de vales, montanhas, cidadezinhas… perfeito!




Chegando na cidade paramos no Denver Art Museum, que nos chamou a atenção pela arquitetura arrojada. Lá visitamos a mostra Impressionista e outras exposições. Demos uma volta pelo centro e viemos pro hotel, onde estamos agora.




O Bruno tá roncando bravamente e eu pela primeira vez estou feliz por ouvi-lo roncar! Agora vou tentar dormir pois amanhã nosso vôo para Orlando sai às sete da matina, o que significa que teremos que acordar às cinco, que por sua vez significa que provavelmente eu vá acordar de mau humor.



Será, acho que não, pô, tamo indo pra Florida, calorzinho, Mickey, Pateta, montanha russa, uhuuu! Sem falar que vamos ficar num hotelzão arregado dentro do parque… e que vamos andar de carro conversível. E que vamos nadar com os golfinhos!



Ai, a gente é muito chique! Então tá né. Boa noite.

Nenhum comentário: