sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Descasos de Amor

Virou-se cambaleante e impaciente e pensou vocês são uns filhos da puta, seus frustrados de merda! Losers! Bêbados! Inúteis! A festa seguia solta, e em várias línguas, e nada realmente importava. Aquele ódio todo não existia de fato. Nem tanto amor. Tudo não passava de um exagero superficial e forçado. Até quem não bebia estava extravagante, entretendo-se com tudo muito mais do que o normal. Fazia um calor estranhamente agradável, porque ainda era inverno. 

Isolou-se em sua raiva, e logo engoliu seus pensamentos em cápsulas, com ajuda duma bebida amarga. Afogava-se no agonizante cubículo da espera. E tratava de se distanciar, exatamente como em sua pesquisa, pra analisar de fora tantos descasos de amor.

Descasos amorosos pretendiam ser a última tendência na sociedade acadêmica que, como o resto do mundo, parecia avançar, mas ia de mal a pior. Passou a noite inteira trabalhando e no fim viu que desembocaria no nada, e que nada faria sentido anyway.

Acordou com os vizinhos lhe chacoalhando. Vocês são uns filhos da puta, seus frustrados de merda! Losers! Bêbados! Inúteis! Virou-se cambaleante e impaciente e, tropeçando no vento e abanando os fantasmas, numa tentativa inútil de espantá-los, foi pra casa. A festa seguia solta, e em várias línguas, e nada. Absolutamente nada daquilo realmente importava, porque ainda era inverno.

4 comentários:

Astrid Richter disse...

Muito bom poder ler o q vc escreve. Talento d + da conta. Narrativa de 1ª, envolvente. Orgulho de ter nascido em CWB tb.Sucesso sempre!

Panda Lemon disse...

Obrigada, Astrid!

Que bom que gostou!

=D

Bjos

otto M disse...

Embora não seja um ser politicamente correto, tampouco engajado na defesa dos animais, sinto-me na obrigação de fazer uma panda feliz, porque, pelo jeito, ela merece.

Interessante ver uma cena como essa, essa raiva descabida, tudo num formato hiperbólico, tendo como pano de fundo algo que realmente não importava. Porque ainda era inverno. É. Você sabe das coisas, menina.

Panda Lemon disse...

Otto,

Se meu lado Panda tivesse facebook, meu status seria: feliz!!!! \o/

Obrigada por seu analítico comment.