segunda-feira, 20 de setembro de 2010

ZZ Top, Tom Petty and The Heart Breakers



Hoje presenciamos outro grande momento de nossas vidas: vimos Tom Petty e os Heartbreakers ao vivo, em alto e oááátimo som, no anfiteatro da Verizon Wireless. O lugar era uma beleza, estrutura de dar gosto, que deu conta de um público numeroso, ávido pelos mais empolgantes acordes do bom e velho rock'n'roll! O palcão era animal! Telões compridos nas laterais e umas colunas de tela em background, projetando as mais loucas imagens e efeitos de luz! Mega-produção... tudo bem equalizado, ouvia-se perfeitamente, nenhuma microfonia, nenhuma cara feia de músico no palco. Tudo nos trinques, como todo mega show deveria ser.



ZZ Top abriu a noite com seu blues barulhento e encorpado, produzido pelo power trio texano que, já na flor dos 60 anos de idade, toca junto há 40 décadas... barbudos, velhos, exóticos, exibicionistas, piadistas e, acima de tudo, excelentes músicos, ZZ Top agitou uma arena ainda meio vazia, cheia de um público tímido, entrecortada por alguns entusiastas que, fãs de verdade, dançavam e entoavam letras, acordes, gritos e aplausos!

Eu não sou muito fã de ZZ Top, nunca fui, mas hoje posso dizer que nunca serei, porque ainda que ao vivo seja mais legal, o som, sei lá, não me atrai. Gosto do blues menos barulhento, menos cheio de meia volta volta e meia vamos dar, menos progressivo, mais arraigado nas origens. Blues é blues, bicho. Mas não tenho por que falar mal, afinal, depois de um Tom Petty e uns Heartbreakers, até o ZZ Top pareceu mais harmonioso.



O Tom (sim, já me sinto nesse grau de intimidade!) é um artista tímido, humilde, de poucas palavras e muitas canções. Do rockão nervoso às baladas embaladas, ele transita entre sonoridades diversas,  paradoxicalmente usando quase sempre as mesmas notas, fazendo tudo soar tão simples e ao mesmo tempo tão perfeito. 

Gosto do Tom Petty porque ele tem a fórmula da simplicidade em cada música, em cada arranjo, nada sobra, tudo é bem organizadinho, e se por acaso o caos acontece num ponto da música, faz todo o sentido... Gosto do Tom Petty porque o som que ele faz tem identidade. Uma vez que você conhece o trabalho, é escutar o primeiro acorde de qualquer música dele no rádio, e saber logo de cara: isso é Tom Petty. Soa Tom Petty. É claro que é Tom Petty.

Gosto do Tom Petty porque ele me lembra minha juventude, da minha primeira banda. Aprendi a escutar Tom Petty quando eu tocava no Wasted, banda despoticamente comandada por Joan Lang, apaixonada por Tom Petty, de sair coraçãozinho dos olhos, crazy mesmo pelo cara.

Gosto da voz característica do Tom Petty. Do jeito que ele canta, das letras que ele compõe, das músicas que ele produz (se é que é ele quem produz). Eu gosto dos dentes do Tom Petty. E do sorriso, obviamente. Das guitarras então, não sei de qual gosto mais: se da Fender Jaguar, se da Gibson J-200, se da Gretsh, semi-acústica, se da Rickenbacker. Acho que da Rickenbacker, se eu tivesse que escolher assim, agora neste momento.

E hoje eu gosto bem mais do Tom Petty, porque ele me fez arrepiar, cantar, dançar, pular, gritar, e sorrir que nem uma retardada o tempo inteiro. Sim, ele me fez feliz, durante aproximadamente duas horas, e provavlemnte pro resto dos meus dias... sempre que eu lembrar deste domingo, vou sorrir nem que seja só por dentro!

E claro... para o resto de meus dias também lembrar que a razão de toda essa felicidade só podia ser o meu amado menino Bruno... que me deu mais esse presente! E agora em outubro Bob Dylan vem aí... aguardem!


4 comentários:

Ivo e Fátima disse...

Sogrão primeirão direto de NYC!!

Ivo e Fátima disse...

Pandinha linda

Queria fazer um comentário depois de ver o vídeo, mas essa internet aqui de hotek de primeiro mundo parece mais uma conexão discada - lenta que só ela e vive caindo.

Beijos

Sogrão

Alessandra Pilar disse...

Vixi, Sogrão ganha a pole até de NYC!!! Eitaaaa.
Não vi o vídeo ainda, logo vejo e comento decentemente. Ok?
bjooooooooooooooooooooo
saudades.

Panda disse...

Gente, vcs tem que ver o video, um cara que foi no show ate ja comentou, hahahaha!!!!

beijos