sábado, 1 de janeiro de 2011

Retrospectiva 2010

Nosso quintal visto da janela no dia 26 de dezembro de 2011


Terminamos o ano de 2010 muito bem, com visitas do Brasil e um Papai Noel grandão cheio de mimos e presentes! Após um ano de muito ralar (e pouco rolar), eis que numa retrosprectiva breve, não resta dúvida alguma: para nós aqui o ano que passou foi realmente 10!

A casa cheia! Só uma coisa separa JP dos Legos: brincar na neve! 

Em Janeiro fiz promessas, não as cumpri porém. Continuei comendo Haagen Daz, a pancinha e o papinho protuberante continuaram nos seus devidos lugares. Sim, aqui usei propositalmente o diminutivo, e por outro lado nem pensei em usar a academia "di grátis" da universidade, uma vez que a própria vida universitária se impõe como um impedimento para que tal promessa se cumpra.

Academicamente falando, minha vida apesar de maluca, está sendo bem recompensada com um GPA intacto digno de bolsa para o doutorado. Num ritmo delirante - muito mais delirante, inclusive, do que as noites de rock'n'roll que vivi e das quais hoje só me restam vagas lembranças - engulo livros, escrevo resumos, faço trabalhos, preparo aulas, dou aulas, vou pras aulas, e vejo minha proposta de tese devagarinho tomando forma...

Em fevereiro, lembrei que a gente ainda pode sonhar e estipulei cinco sonhos que pretendo realizar; em março fui homenageada na Universidade como uma das muléres do ano no International Women's Day. Em Abril, minha linda sobrinha-neta Alice veio ao mundo! E em maio, tivemos a oportunidade de conhecê-la pessoalmente e de fazer um showzasso com Criaturas no James. Antes disso, adquirimos nossa primeira casa própria, linda e (per)feita pra nós... e no fim do mês, ganhei meu primeiro carro zero do meu maridão.

Em julho vimos o Paul McCartney pela segunda vez! Em agosto passamos um fim de semana em alto estilo andando de jetski e recebemos aqui em casa um intercambista do Rio que pelas graças divinas nos apareceu no caminho: seu padrasto é escritor do livro Sexo, Drogas e Rolling Stones, jornalista musical e diretor de cinema; uma mão na roda para minha tese de mestrado. Também fizemos uma festona de aniversário do Bruno, e descobrimos que o número de convidados já não cabia na nossa casa! Sinal de que o ano passou e as amizades multiplicaram.

Em setembro fomos ver ZZ Top e Tom Petty e sinais de estafa mental já apontavam em postagens desconexas e mais rareadas... em outubro assistimos ao show maravilhoso do maravilhoso Bob Dylan, e sintomas de bipolaridade já apontavam em postagens ora deslumbradas e outrora depressivas. Novembro passou voando e nem tive tempo de divulgar mais propriamente o sucesso da mais nova sensação do rock curitibano, que diga-se de passagem, não era tão nova, mas renovou-se com a entrada do meu sobrinho Yuri no time. A Crocodilla venceu o Kaiser sound, apareceu na MTV e agora vai gravar disco com produção de André Abujamra. Muito chique!

Em Dezembro eu já trocava Jesus por Genésio e para isso não precisava nem beber... efeito colateral de um semestre MATADOR de leituras infindáveis - muitas delas desagradáveis. Mas vencidas, todas elas! Orgulho de mim mesma, fico ostentando meus A's e relendo meus trabalhos, fazendo anotações e procurando  novas bibliografias feito louca. Estou passando agora pelo processo do auto-flagelação e gostando de sofrer, porque sei que tal sofrimento vai garantir minha vaga no céu acadêmico da UNCC.


 Eu e Bruno em Asheville, NC

No amor, tudo em paz... é claro que com alguns percalços, e algumas pisadas na bola (mais de minha parte, eu confesso!), mas nada que não tenha fortalecido a nossa convicção de que se tem alguma coisa que acertamos nessa vida, foi nossa escolha de crescer e aprender a conviver juntos!

Em breve postagens sobre nossa viagem para Asheville com Berna, Gustavo e João Pedro, e o relato da festa de ano novo que fizemos aqui em casa.

4 comentários:

Ivan disse...

A-há: ano novo, and a new pole position!

Xanda: acrescente atividade física regular como proposta de ano novo, e creia-me (pois falo por experiência própria:) -

não use o trabalho intelectual como martírio, pois nenhum desempenho acadêmico vale uma estafa, e as consequências do sacrifício do lazer podem ser muito desagradáveis.

Assim, equilibre as atividades intelectuais com as físicas e emocionais. Pratique caminhadas regulares, de preferência junto com o Bruno, pois caminhadas juntos são ótimas oportunidades pra conversar, decidir planos e ter ideias novas.

Que 2011 seja ainda melhor que 2010 (o qual foi um ano fabuloso, pelo menos pra mim). Brindes! (E muitos obrigados a você e ao Ivo pelas felicitações ao Ianzinho...)

Ivo e Fátima disse...

Pandinha linda

A tua retrospectiva mostra que sem dúvida alguma o teu foi um ano vencedor! Não tenha dúvida que 2011 será ainda melhor.

Beijos do Sogrão

Fatima disse...

Salve Ivan papai, desculpe não ter comprimentado antes. Para você este será não só um ano novo, mas o inicio de uma nova etapa da vida. Agora você não é mais o Ivan é o pai de alguém.Parabéns!
Xandinha sua capacidade de sintese sempre me surpreende, e delicia. Gostaria de me espelhar e fazer assim uma retrospectiva que faz com que os objetivos para o futuro se mostrem mais claros, vou tentar...
Como já disse no e.mail, um grande beijo, com orgulho e muita saudade de vocês!

Fatima disse...

Acabei de reler minha mensagem e corrijam aí por favor, CUMPRIMENTOS!!!
Sorry